segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Imortal

Não feche seus olhos quando eu partir. Não deixe de sonhar.
Sensíveis anjos caindo no penhasco.
Tudo que senti não foi em vão, nunca é em vão lutar.
O universo conspira, os deuses podem existir em seu coração e com amor se justifica.
Não transforme lágrimas em derrota;
Jogo as pedras no lago, lembro de você e alguém quer partir sem dizer adeus. Não preciso provar o quanto sou alguém, até que veja minha vitória por seus próprios olhos.
Não preciso provar minha vontade além do normal, se meus atos justificam-se por si só. E isso é apenas imortal... em mim.
Alguém sempre quer morrer, alguém luta para sobreviver.
Somamos palavras, sintonizamos emoções e dores estão nos caminhos.
Tudo por meu coração. Não sou antiquada por amar até cair no chão, por ultrapassar estradas por expressar de outra maneira o que sonhei. O que apenas é verdade em mim.
Marcas na pele, desdobradas com o tempo. Não mudou as mágoas.
Não preciso mais chorar por romper limites, já é parte de mim moldar mapas.
Mas os anjos estão cantando no abismo, os faunos estão me trazendo cartas daqueles que se vão sem o último abraço.

Calmamente você sempre diz para esperar. Estranhamente são todos iguais.
É injusto sentir apenas uma vez a verdade nos seus olhos.
Todos os dias eu acredito na perfeição quando me apaixono por certos olhos, e acredito que não existe nada mais superior.
Não preciso provar a ninguém, se eu provar a mim mesma.
Não preciso de calendários, se o tempo é uma rosa no vento. Cada pétala... o bem e o mal relativos.
Não quero relógios que adiantam minhas rugas e fotos que me deixam confusa.
Prefiro o bem e o mal confusos, para não ter que seguir as regras e me ver num labirinto sem saída. Fazendo meu caminho.
Pelo menos estou viva.


Eternamente confidente de mim mesma.


Na dúvida de ser humana e nada se encaixar.


Diga-me, quer caminhar comigo?









Autoria: Suzy M. Hekamiah

13 comentários:

jheison disse...

Hey Zuzy, sou o Jheison do "Blog Analytics", gostaria que voce me adicionase no MSN, para podermos conversar melhor!

meu msn é: jheisonv@hotmail.com

bloganalytic disse...

Hey Suzy, a analise de seu blog já esta pronta, de uma olhada como ficou.
E eu personalizei um template para...
Lá no meu blog tem um link do template personalizado, e para você baixar o template, esta no fim do post.

Link da postagem:
http://bloganalytic.blogspot.com/2009/08/1-analise-analisando-o-blog-suzy-m.html

link do template personalizado:
http://templatesuzy.blogspot.com/

Qualquer duvida sobre a instalação do template ou qualquer outra coisa é só perguntar...
Abraço!

Diego Janjão disse...

Gostei da forma que vc colocou as imagens no texto, pois elas se mesclam e aumentam o conteudo do texto!

kikinhah disse...

Estou sem palavras...
O amor realmente é um labirinto sem saída, e não temos como fugir dele...
Parabéns pelo blog.
BjOs^^

Wander Veroni disse...

Muito bonito o texto, gostei da mensagem.

Abraço

palavras ao vento disse...

lindo texto...vc sabe escrever oke sente...

O Outro Alguém disse...

Belo texto, me lembra algumas citações em que eu acabo de escrever no meu. O que seria em vão, ou não. Talvez a vontades em nós mesmos que nos façam continuar, dar sempre o passo seguinte..bem mas o que vcê não pode deixar de pensar é que nem sempre temos forças para isso.

Nova Quahog disse...

VC QUERIA SER IMORTAL E VER TEUS ENTES QUERIDOS INDO TODOS EMBORA?

Suzy disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
seuvicio disse...

Não curti, achei meloso.

Abismo do Obscuro disse...

Ótimo texto que não sei classificar se é prosa poética ou se é crônica. Os eventos são de uma sensibilidade grande e aprofundados em um clima de melancolia e onirismo. Gostei do texto tão inclassificável e profundo.

Parabéns!

Sarah Miller disse...

Deu choque, não sei se foi a colocação de palavras, ou a suavidade com que você expressa isso. Parece que você pode congelar o mundo e voltar quando quiser, como se pudesse relatar o inimaginável. . .

continue assim bjaum de uma menina que admira muito vc!

‡Ånjo Sidéreo‡ disse...

Um texto dualmente maravilhoso, envolto das entrelinhas que vêm de seu âmago!!
A eterna e constante luta ou convivência, e porque não (sub)sobrevivência entre nossas duas vertentes - luz e sombras.

Apreciei muito a maneira como teces suas palavras, tão ricas em sentimentos e simbologia!

Paz Profunda