segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Estrelas*

Olhe-)

Olhe aqules retratos

Eles estão fazendo amor
Uma imagem além da realidade
Seus olhos se abrem em meio a confusão
Todos estão calados
Todos parecem personagens de museu
Cada qual - uma história
Todos nos mesmos conceitos
Ouça aquela melodia
Ela te hipnotiza
Inocentementemas ela te reprime
trazendo lembranças
Um novo mundo surgindo hoje
Faça uma vontad
eA cada dia eu sinto o tempo mais devagar
Todas as noites são eternas
esperando qualquer saída.


"Todos nós somos estrelas"--


Aos poucos descemos uma escadaria
Um brilho no horizonte
uma busca pelo impossível
Algumas coisas continuam incertas
Nós nos perdemos nos passos
e a única direção está depois de uma escolha
em uma forma de não pisar em falso
Temos pequenas pegadas nas areias do mundo
e do universo somos pequenos grãos de areia


"Bjinhusss!!

14 comentários:

Daia disse...

Pequenos grãos de areia... é o que somos...
adorei o poema!

beijão!

Neo disse...

Oi...

Passando pra agradecer a visita e também conhecer um pouco mais.
Lindo espaço com textos muito legais.
Obrigado pela visita ao TOS e volte sempre.

Beijo do Neo

Duda Lima disse...

Pois é Suzy!
Gostei do primeiro, um mundo diferente do normal, imagens fazendo amor. Muito bom!
Somos parte de universo bem maior não eh?
ehuehe "detesto dizer isso, mas o mundo é maior que o teu quarto!" ja dizia a música.
Beijosss Te adoro=)

Neo disse...

Olá...

Em busca de novidades.
Deixo um beijo.

Té mais.


Neo

Jéssica disse...

"Todos nós somos estrelas"
será?

não sei, mas adorei a expressão! =)

beijos, e obrigado pelo elogio!

Alice Daniel disse...

Gostei de te ler. De início parecem frases desconexas que vão ganhando forma.

Neto Morais disse...

Achei lindo. Parabens!!

abutre236 disse...

Tudo que nós somos é poeia ao vento. Apenas isso.

Thaís - MissLexotan6mg disse...

Suzy!!!!
Simmm, q legal q vc descobriu meu blog! E obrigado pelo comentário :D
Assistiu o filme q eu indiquei?
Puts, aqui cmo sempre tdo perfeito neh... acho linda a forma cmo tu dispõe as palavras nos teus poemas fazendo com que eles tenham uma certa melodia ^^
E sim, somos verdadeiros grãos de areia... mas temos nossa significância!

Beijossss

Neo disse...

Ois...

Passando outra vez...


Beijo do Neo

KeNnEtHy disse...

oiii.. naum me pergunte como encontrei o seu blog..hehe axei super legal.. vi q vc eh d caxias do sul tmb neh... olha soh, eu e alguns amigos temos um blog tmb.. onde nos colocamos fotos das fstas em q vamos... o endereço do blog eh blogpiriquito.blogspot.com acessa lah e dxa um recadinhuuu.. hehe

bjusssss

Suzy disse...

Obrigada pelos comentários!!

Liipee disse...

quando mencinou o universo eu amei..
grão de areia..
é isso mesmo..
me parece poemas novos sobre fisica e o universo..
NUss..
amei..:)


abraço !

joão pedro wapler disse...

linda tuas doces palavras.
se tu quiser entrar no meu blog é www.poesiaimoral.zip.net