sábado, 31 de maio de 2014

Nova Crônica

Um dia a gente cansa. Cansa de frases feitas, cansa de revirar o passado, cansa de (não) correr atrás, cansa de alguns planos, de pensar demais. Um dia a gente cansa do correto, do que falam, do que somos e aí mudamos. 
Cansamos de entender, de tentar mudar demais, mas de qualquer forma, mudamos. Cansamos de ficar cansados e só um horizonte parece ser capaz de nos salvar. Cansamos de esperar, de ficar de braços cruzados, de se doar, até de receber demais, porque tudo não parece tão real quanto é.
Cansamos da chuva e do sol em excesso. Tudo não parece ser suficiente, nem a gente.
Depois de estarmos cansados, os pés que percorreram demais, as palavras gastas, os versos inacabados, os porta-retratos vazios, os amigos e amores abandonados. Tudo parece estar realmente do jeito que deveria estar. A gente sente, bem lá no fundo, quando algo está para mudar. Algo acaba para algo nascer, ou renascer, para apenas a gente perceber como já não somos mais os mesmos e do que (quem) realmente precisamos.
É só olhar em volta, algumas coisas acontecem para mudarmos e seguirmos um novo rumo. Esteja com a gente, quem entende os nossos sonhos, quem compartilha o que amamos.

Suzy M. Hekamiah




Postar um comentário